31/12/2010

Boletim nº 34

Segue abaixo Boletim Informativo da Rádio Valinhos FM 105,9 é só clicar na figura para ler.

Boletim nº 33

Segue abaixo Boletim Informativo da Rádio Valinhos FM 105,9 é só clicar na figura para ler.

Boletim nº 32

Segue abaixo Boletim Informativo da Rádio Valinhos FM 105,9 é só clicar na figura para ler.

Uma imagem

Não adianta querer impedir uma pessoa quando se tem uma missão a cumprir. Fazemos tudo que por possível e até o impossível para concretizar aquilo que nos propomos a fazer.
Sempre com um olhar no realismo impossível encontramos em Li Wei a expressão do texto acima.
Como afirmam "seu trabalho é inovador, diferente e porque não dizer, quase assustador. Artista performático, acrobata, ilusionista, sejam quantos adjetivos que possam lhe ser dados, o fato é que Li Wei realmente impressiona. E que uma coisa fique clara: como Li Wei costuma frisar, ele não usa recursos de montagens fotográficas para realizar suas proezas. Apenas cabos, espelhos, andaimes, acrobacias e claro, muita coragem.". O trabalho de Li resume o velho provérbio: "Uma imagem vale mais que mil palavras!".


Grato por este agora e um bom caminho!

30/12/2010

Pois é...

Estava separando alguns papeis e entre eles encontro o esboço acima.
Como digo: o Ser Humano é surpreendente!
Você seria capaz de extrair de um papel em branco o referido desenho?
Pois é este ser humano foi. O que mais será capaz de fazer?
E você é capaz do quê?
Lembre-se: somos o resultado de nossas obras, por isso você tem direito a se entristecer por cinco minutos, mas não pode deixar a tristeza fazer morado em você.
Grato por este agora e um bom caminho!

29/12/2010

Agentes da mudança

Dia corrido o de ontem, mas quase tudo foi feito como esperado.
Só não comi yakisoba, mas junto com a minha equipe cumprimos mais uma jornada de trabalho, que lógico continua no dia de hoje.
Mas ainda tudo no bom e velho estilo BPF.
Incrível que mesmo cansado o desejo não termina de tudo recomeçar, principalmente depois de assistir uma cena no filme Agente 86, a qual me fez chorar de rir, como nos velhos tempos.
Nada como olhar o seu passado e saber que você fez, a cada dia, o seu melhor, mas no meu caso nem sempre com sorrisos, pois tudo para mim é missão.
Acredito que cada pessoa faz a sua jornada e escolhendo o seus caminhos, mas sempre estamos esquecendo das relações humanas, está é que verdadeiramente tem importância.
Só fica uma pergunta: Já reparou que conseguimos nos preocupar com as pessoas, muitas vezes sem nem as conhecermos profundamente?
Grato por este agora e um bom caminho!

28/12/2010

O que você quer?

Jamal quer uma vida melhor, extraindo de sua vida as respostas de um programa de TV "Quem Quer Ser um Milionário?. Mesmo analfabeto, decide participar, sua intenção era apenas reconquistar a mulher que ele amava, mas surpreende todo mundo respondendo tudo certo, o programa oferecia um grande premio em dinheiro.
Se procura emoção esta é uma excelente dica de filme. Assista abaixo o trailer:


Creia as respostas a todas as perguntas da sua vida encontram-se na sua própria história de vida, mas cedo ou mais tarde você deverá encontrar consigo mesmo, então por quê adiar este encontro.
Me lembro muito bem da frase de uma anarquista: "Sou o Caminho, a Verdade, e a Vida".
Grato por este agora e um bom caminho!

27/12/2010

Desejos

Todos nós temos desejos, alguns já foram realizados (habilidade), outros serão realizados (perseverança), mas teremos alguns outros que não podem ser realizados (autoengano).
Você prefere focar em qual deles? E como você encara a não realização?
Lembre-se: tudo depende do nosso olhar.
Grato por este agora e um bom caminho!

26/12/2010

Dualidade

Hoje me perguntaram se havia dormido bem, como sempre respondi que "sonhei muito". Sonhos bons ou ruins? Disse que tudo depende do ponto de vista.
Para mim não existe sonhos ruins ou bons, tudo depende da minha interpretação, nada mais.
Você já se perguntou o que é saber tudo que vai acontecer e mesmo assim viver cada momento como se fosse o último?
Todos sabem que vão morrer um dia. Está é uma verdade. Mas como você lida com a idéia da morte?
Grato por este agora e um bom caminho!

25/12/2010

Questionamento

Toda a ação surge de um questionamento, pergunta ou problema.
Para realizarmos as coisas na vida necessitamos de desafios, nem que seja viver a rotina.
Como disse ontem a uma amiga: "A vida é um ciclo sem fim". Exatamente por isto é que sou a favor do enfrentamento, tendo como limite a dignidade humana.
Grato por este agora e um bom caminho!

24/12/2010

Diferenças...

Ontem assisti a primeira parte do programa especial O oriente e o ocidente, na TV Escola, o qual a partir das diferenças culturais entre os orientais e os ocidentais, discute, entre outros temas, arte, acontecimentos históricos e o próprio pensamento humano.
Recomendo com uma excelente de distinguir e entender as diferenças na forma de pensar e ver o mundo, entre os orientais e os ocidentais.
Posso citar um exemplo do vídeo: nós ocidentais perguntamos: “Quer mais chá?”, já os orientais: “Quer beber mais?”.
Isto ocorre porque no oriente há a ênfase para os Verbos, tendo um olhar para o coletivo e a unidade, e já no ocidente é o Substantivo que tem relevância, focado no indivíduo e variedade.
Pretendo assistir hoje às 14h00 a segunda parte deste especial.
Grato por este agora e um bom caminho!

23/12/2010

O que causa espanto - IV

O que me causa espanto é a criatividade humana.
Por exemplo: a figura a cima foi produzida por uma pessoa que estava ouvindo uma história sobre outra pessoa.
É por isso que digo: cofie no ser humano desconfiando dele, pois ele é capaz de tudo, inclusive de nos surpreender positivamente.
Como é bom celebrar a vida!
Servira um Poder Superior, como cada um de nós O concebe, é isso expressar através dos relacionamentos as nossas habilidades e percepções do mundo, mas sempre celebrando a vida acima de tudo.
Toda história vivida é apenas mais uma página virada, mas que será sempre consultada, o que importa ao final e o livro.
Grato por este agora e um bom caminho!

22/12/2010

Passe a bola

Chegando as festas. Muitos sentimentos...
Então tenho uma dica para você: "Passe a bola!". Isto mesmo.
Você se lembra quando conversamos sobre a importância dos relacionamentos, então chegou a hora de compreender e executar a parte mais importante do jogo da vida, o passar a bola.
Sem esta etapa não há vitória. Todo mundo diz que o momento mais importante de uma partida é o Gol. Errado! É o passe, pois sem ele não há o gol.
Olhe bem nos seus olhos e assuma a sua responsabilidade pelo passe. Seja um verdadeiro Camisa 10, o famoso meia dos campos.
Tenho certeza que você compreende que a vida só tem sentido se pudermos almejar algo. Então me diga qual é o seu objetivo?
O meu é fazer de mim aquilo que programei e projetei ser, sem abrir mão de minhas responsabilidade.
Grato por este agora e um bom caminho!

21/12/2010

Máquina do tempo

Imagine que você tenha uma máquina do tempo, só que toda vez que é utilizada você esquece que ela existe e como utilizá-la.
O que você faria?
E seu disser que ela existe e que você já vem usando está máquina à muito tempo.
Como você reagiria?
Então prepare-se para a verdade: “Suas lembranças e seus sonhos são a verdadeira máquina do tempo”.
Todo o mais não passa de uma ilusão, pois você só consegue viver o agora o resto é interpretação e esquecimento. Pense nisso... mas pense agora.
Grato por este agora e um bom caminho!

20/12/2010

Ser diferente


Começa assim o texto de Bernardo Ramírez: “Preconceito, eu? É difícil admitir que às vezes torcemos o nariz para o que é diferente daquilo a que estamos acostumados. Mas todos nós fazemos isso, sim.”; transcrevo a seguir alguns trechos que julguei interessantes.
O preconceito é perigoso. Ele nos faz querer parecer com o outro contra o qual nos insurgimos.
Na tentativa de burlar um preconceito, outro é criado no lugar. O que reafirma ser o preconceito uma estratégia de sobrevivência: óculos que só nos permitem observar a realidade confortável.
Viver num mundo pós-moderno, em que tudo é relativo, é admitir que as certezas mais íntimas não passam de princípios pessoais, que valem tanto quanto os de qualquer outra pessoa, por mais exóticos e intragáveis que eles lhe pareçam.
O racismo cordial abomina a discriminação. Civilização é hipocrisia.
Aprendi com o pensador alemão Karl Krauss: “Nada é mais tacanho do que o chauvinismo ou o ódio racial. Para mim, todos os seres humanos são iguais. Há idiotas em toda parte e tenho o mesmo desprezo por todos. Nada de preconceitos mesquinhos”.
Fonte: reportagem publicada na revista Vida Simples.

Grato por este agora e um bom caminho!

19/12/2010

Destino...

No último dia 13 de dezembro mais um Ser Humano cumpriu o seu destino, para o momento, foi o Jefferson. Vou apenas desejar um bom retorno a pátria espiritual, que agora livre das amarras do físico possa completar sua jornada, por ter realizado a sua missão. Boas vindas!


Que agora a sua mãe possa trilhar o seu destino, por ter cumprido, também, a sua missão.
Grato por este agora e um bom caminho!

18/12/2010

Programa HPH

Para começar o programa tocamos a música Oração do tempo, interpretada por Rita Ribeiro, após comentei sobre um fato ocorrido na família, lembrei que existem palavras que me tiram do sério, sendo que preferi me afastar a ter que fazer o que era meu desejo, o que não ia ficar bom para ninguém. Sou adepto do enfrentamento. Conversei um pouco sobre a importância dos antepassados.
Já no bloco de Pais para pais, minha mãe lembrou que existe um botão nela que dispara seu lado animal, que é falar mal de seus filhos, após conversou sobre os preparativos para o natal, destacou que é mais importante SER do que ter, desejou que todos se liguem, neste final de ano, ao lado espiritual, sua religião, conceitos filosóficos, desejando um mundo melhor, vivendo o presente com o conhecimento do passado e realizando o futuro, pois temos o dever de olhar o passado e corrigi-lo no presente, para ter um futuro melhor. Veiculamos a música Fever (Elvis Presley).
Tratei o tema o meu tesouro, destacando a: humildade, simplicidade e afetividade (taoísta); fiz a leitura do Capítulo 22 do Tao te Ching.
Encerrei com um resumo do valor humano "Ação Correta", desejando a todos o que aprendi nas irmandades anônimas: SERENIDADE.
Retornaremos com o Programa no dia 08/01/2011, no mesmo horários. Até lá!
Grato por este agora e um bom caminho!

A ação correta

Hoje iremos fazer um resumo do valor “A ação correta”, o qual você pode ver ao lado, para ampliar basta clicar em cima da figura. Na semana que vem iremos iniciar o valor “A paz”.
Todos os textos sobre Valores Humanos têm por fonte o livro Os valores humanos - uma viagem do "Eu" ao "Nós", de Antonio e Sylvie Craxi.

A partir das 8h15 você poderá ouvir pela Rádio Valinhos 105,9 - A voz da nossa gente (ouvir ao vivo), o programa Humano, perfeitamente humanos!, com produção e apresentação minha; e poderá entrar em contato pelo telefone 3871-1523, ao vivo, ou pelo e-mail ulissesporto@valinhosfm.com.br.
Grato por este agora e um bom caminho!

17/12/2010

Antepassados

Os antepassados por vezes esquecidos, mas sempre presentes.
É inegável que tivemos em nossa construção ou a base as vivências e relacionamentos com os nossos familiares (bisavôs, avôs, pais, tios etc).
Sabe o que é mais incrível é que aproveitamos muito pouco este aprendizado, pois sabemos o que dá ou deu certo, mas continuamos a insistir em viver como acreditamos ser correto.
Muito usam está frase “Com o exemplo que tenho só poderia ser assim”, como se a responsabilidade por vivermos a vida fosse do nosso antepassado, quando na verdade somos nós mesmos que ficamos o tempo todo nos desculpando pelos nossos defeitos de caráter.
Ninguém é perfeito, estamos no caminho da perfeição, mas as contribuições, positivas ou negativas, de nossos antepassados fazem parte da nossa história. Isto é um fato.
Como você encara o seu passado e qual é a importância dele para você?
Grato por este agora e um bom caminho!

16/12/2010

Expectativas...

Podemos ver na história acima um exemplo de como ocorrer a frustração.
Inicialmente nós presumimos o que o outro vai fazer, depois colocamos nossa nos expectativas em cursos e nós frustramos por desconhecemos o outro.
A para não deixar “barato” sofremos, sendo que tudo não passou de uma ilusão, pois cada um age como pode para realizar os seus interesses e cumprir sua missão de vida.
Então como você tem lidado com as suas expectativas e até que ponto você respeita e é respeitado por suas escolhas?
Grato por este agora e um bom caminho!

15/12/2010

O meu tesouro

Incrível com as coisas se somam na vida lendo um texto sobre Tao te Ching, o Livro do Caminho e da Virtude de Lao Tse, encontrei o seguinte trecho: “Os três tesouros segundo a tradição taoísta são: humildade, simplicidade e afetividade.”.
É assim que vivo!
Apresento a você o Capítulo 22 do Tao te Ching, tradução do chinês para o português:

Curvar-se permite a plenitude
Submeter-se permite a retidão
Esvaziar-se permite o preenchimento
Romper permite a renovação
Possuir pouco permite a aquisição
Possuir muito permite a ganância
Por isso, o Homem Sagrado abraça a unidade
Tornando-a o modelo sob o céu
Não julga por si, por isso é óbvio
Não vê por si, por isso é resplandecente
Não se vangloria, por isso há realização
Não se exalta, por isso cresce
Só por não disputar, nada pode disputar com ele
Antigamente se dizia: “Curvar-se permite a plenitude”
Como poderiam ser palavras vazias?
Assim, ao alcançar a plenitude encontra-se o retorno.

Para aqueles que gosta de uma versão mais cheias de palavras do cotidiano, apresento o Verso 22:

Aquele que conhece o outro é sábio.
Aquele que conhece a si mesmo é iluminado.
Aquele que vence o outro é forte.
Aquele que vence a si mesmo é poderoso.
Aquele que conhece a alegria é rico.
Aquele que conserva o seu caminho tem vontade.

Seja humilde, e permanecerás íntegro.
Curva-te, e permanecerás ereto.
Esvazia-te, e permanecerás repleto.
Gasta-te, e permanecerás novo.

O sábio não se exibe, e por isso brilha.
Ele não se faz notar, e por isso é notado.
Ele não se elogia, e por isso tem mérito.

E, porque não está competindo,
ninguém no mundo pode competir com ele.

Ambos os textos servem para a sua reflexão e tem origem no mesmo livro.
Lembre-se: "Cada um vê o mundo a sua maneira, mas a verdade é una".
Grato por este agora e um bom caminho!

14/12/2010

Onde estão os bichos

Você já reparou como os bichos estão presentes em muitos locais, inclusive na língua portuguesa.
São as expressões idiomáticas. Quais são os seus significados e as suas possíveis origens?
Vamos a alguns exemplos: gato por lebre, tirar o cavalinho da chuva, lágrimas de crocodilo, conversa para boi dormir, pagar mico, e olha o passarinho. Complete as lacunas com os nomes dos animais e teste seus conhecimentos:
  • O .................. expiatório da seleção brasileira foi o Goleiro.
  • Ela e Ele vivem como ............... e ................
  • O menino caiu igual a um ............... na brincadeira.
  • A menina disse aos colegas para fazer boca de ...............
Fonte: suplemento Folhinha, de 06/11/2010.
 
Percebeu como a convivência com os animais fazem parte da nossa vida, quase todas as origens das expressões idiomáticas têm relação com esta junção entre nós humanos e nossos auxiliares, para os trabalhos e diversões.
Grato por este agora e um bom caminho!

13/12/2010

Somos todos um

As inúmeras transformações sociais e valorativas ocorridas na modernidade oitocentista a partir da queda do ideário aristocrático e sua substituição pela visão de mundo burguesa trouxeram consigo um projeto cultural de instauração da noção de "igualdade" na esfera política, econômica ou social. Todavia, o projeto moderno de estabelecimento da "igualdade" humana se revelou uma farsa, pois nenhum ser humano manifesta qualquer tipo de característica semelhante a outrem, e se falamos de "igualdade", estamos certamente estabelecendo uma redução simbólica da condição individual.
Encontramos em Ortega y Gasset um dos principais filósofos a problematizar a questão da massificação da cultura na modernidade ocidental, e suas diversas implicações na esfera simbólica e social da vida humana.
Ao criar o conceito de "homem-massa", o filósofo forneceu um importante aparato intelectual para compreendermos de que maneira vivemos sob a égide moralista do nivelamento humano, e de que forma nossa criação cultural se submeteu a tais parâmetros normativos motivando, assim, nada mais do que o empobrecimento existencial e a legitimação do grotesco. Para Ortega y Gasset, "de repente a multidão tornou-se visível, instalou-se nos lugares preferenciais da sociedade. Antes, se existia, passava despercebida. Ocupava o fundo do cenário social; agora, antecipou-se às baterias, tornou-se o personagem principal. Já não há protagonistas, só coro" (A Rebelião das Massas, p. 43).
A moda é uma grande promotora da massificação orgânica da sociedade regida pelo sistema de burocratização da existência, pois ao prometer de forma falaciosa ao consumidor a oportunidade deste se destacar gloriosamente dos demais ao adquirir determinado gênero, faz na verdade que tal sujeito siga o sistema aglutinador de massificação.
Se, na Antiguidade grega, um indivíduo obtinha o reconhecimento social pela realização de feitos extraordinários que superavam o padrão ordinário, em nossa moderna ordem burocrática da existência conquistamos o reconhecimento público consumindo os produtos previamente estabelecidos pelos "sacerdotes" da massificação cultural.
Como ninguém quer ficar fora de moda e assim ser estigmatizado como "extravagante", todo um grupo social segue passivamente as palavras encantadas dos publicitários, que promovem uma relação fetichista entre a mercadoria e a felicidade que supostamente pode vir a ser alcançada mediante o consumo do produto alardeado. Acreditando se destacar do seio da massa ao usar determinada coisa, o indivíduo, ludibriado pela propaganda, chafurda ainda mais na essência da própria massa da qual pretensamente queria se emancipar.
A obra de Ortega y Gasset se revela, conforme vimos no decorrer deste texto, como um libelo contra a ameaça da supressão da singularidade do homem ocidental, oprimido continuamente por um ideário valorativo sectário da redenção da mediocridade diante da demonização da singularidade.
Fonte: transcrição de trechos do artigo O advento do homem-massa, da revista Filosofia.

Grato por este agora e um bom caminho!

12/12/2010

O meu melhor

Como é engraçado quando nós fazemos o nosso melhor, com a intenção de acertar, só por que não é da forma como o outro espera, acabamos por fazer a coisa errada.
Será que nós um dia iremos conseguir viver “sem ilusões” e passar a ver a “intenção” ou invéz da espectativa e das máscaras sociais.
Creio que demorará um pouco de tempo, pois aí teriamos que tomar mais cuidado com as nossas “reais” intenções, não haveria mais simulacos e enganos.
Será que sei lidar com a honestidade? Deixo a resposta para você.
Grato por este agora e um bom caminho!

11/12/2010

Programa HPH

No começo: música! Tocamos Sangue latino, interpretada por Nando Reis, música ficou conhecida pelo grupo Secos & Molhados, lançada em 1973 no álbum homônimo. Lembrei que eram performáticos, extremamente criativos e passeando por diversos estilos e gêneros da musica moderna e brasileira. Utilizaram-se do rock’n’roll básico, canções de protesto, poemas musicados.
Após conversei sobre Sarah Bernhardt: Uma dama indócil; e da lembrança que ela me trás de uma amiga querida.
Na conversa com minha mãe no bloco de Pais para Pais, ela nos lembrou como era a diferente na família dela, de seu amigo filho de colonos, negro, que ela se pintava com pó de café para ficar igualzinho a ele, da sua avó, sempre irônica que disse que ela era filha de ciganos, mas o que lhe causou motivo até de briga com o pai foi a questão do registro – nascida em 25/12, mas registrada em 15/01 - após seu pai explicou e eles se acertaram, destacou que o passa é a luz que ilumina o futuro. Tocamos a final a música True Love (Elvis Presley).
Após os apoios culturais falei do poder da escolha do amor, a escolha sobre as questões esportivas, da lembrança de meus cachorros. E na viagem do Eu a Nós, através do texto Bumerangue afirmei que “Ao apontar o indicador contra alguém estarei ao mesmo tempo apontando três dedos contra mim. Então como devo proceder?”.
Grato por este agora e um bom caminho!

Bumerangue

É muito comum os rapazes se acusarem entre si, por atitudes erradas relativas a danos causados com coisas ou em pessoas, ou também só pelo prazer de acusar.
Inúmeras vezes se diz: “Foi ele!”, esquecendo que não se deve acusar ninguém, mas, de forma pacífica, esclarecer com objetividade as circunstâncias, no caso de termos sido testemunhas de algo.
Em outros painéis havia referências ao vigia, que simboliza a nossa consciência. Quando queremos indicar a nós mesmos, apontamos para o nosso coração. Agora, esse mesmo vigia, que como todos sabem, fala com as mãos, nos faz observar que se apontamos o dedo contra alguém para acusá-lo, estaremos ao mesmo tempo nos acusando com os outros três dedos.
Acusar alguém é um valor negativo que se volta contra nós com intensidade maior, causando danos talvez irreparáveis. Então teremos de indagar se isso também é válido para os juízes, nas acusações publicas e nos processos judiciários.
São regras determinadas que os promotores públicos devem seguir em sua ação social. Esta é a função deles, acusar, e se não exercerem seu papel estarão contrariando os valores.
Mas, sem a qualificação de juízes, acusar alguém de um crime ou de uma culpa, é uma carga que voltará contra nós três vezes maior. Primeiro, porque se não tivéssemos culpa também, não acusaríamos o outro e assim revelamos a nossa desonestidade - teria sido um bom momento para ficar calados. Segundo, porque estamos acusando outro em nosso lugar; e terceiro porque o desejo inconsciente de fazer o mal se voltará contra nós pelo princípio da causa e efeito, ao fazer o mal ele retornará para mim.
Em hipótese alguma devemos acusar alguém, nem os que nos são antipáticos, nem os simpáticos, e se você tem implicância com alguém, os valores humanos darão uma resposta: supere-se.
Apresento um conselho: “Não faça aos outros o que você não gostaria que fizessem a você”. Esta é uma máxima de vida que deve ser aprendida e seguida.
Lembre-se: SERÁ COLHIDO O QUE FOR PLANTADO.
Fonte: Livro Os valores humanos - uma viagem do "Eu" ao "Nós", de Antonio e Sylvie Craxi.

A partir das 8h15 você poderá ouvir pela Rádio Valinhos 105,9 - A voz da nossa gente (ouvir ao vivo), o programa Humano, perfeitamente humanos!, com produção e apresentação minha; e poderá entrar em contato pelo telefone 3871-1523, ao vivo, ou pelo e-mail ulissesporto@valinhosfm.com.br.
Grato por este agora e um bom caminho!

10/12/2010

Nunca desista

Começo pelo fim: “A mulher carente e pecadora se tornara o símbolo de um povo”. Assim termina a reportagem publicada na Estadão sobre Sarah Bernhardt a atriz mais famosa do mundo. “Existem cinco tipos de atrizes: as ruins, as medianas, as boas, as maravilhosas – e depois ha Sarah Bernhardt” (Mark Twain).
A frase a seguir me fez lembrar uma amiga que diz que nasceu para o glamour (leia o significado do termo).
Sarah não nasceu para a felicidade, pois ela foi feita para o sucesso. Como ela mesma diz: “Não é minha culpa que eu sempre esteja à procura de novas sensações e emoções. Meu coração exige excitamento maior do que alguém pode oferecer. Sou uma pessoa incompleta”.
É incrível como o seu maior defeito – o caráter indócil e firme – revelou-se a sua maior qualidade. Consegui aprender a arte de interpretar sem obedecer as regras, pois ela transbordava emoção, erotismo e feminilidade.
Como ninguém ela tinha o domínio da própria imagem, foi um ser humano impar, mas que sempre se deu melhor com o sucesso do que com a felicidade.
Em homenagem a esta atriz e as pessoas que gostam da cultura e música francesa, “minha amiga” Cássia Eller, canta Non, je ne regretted rien, da qual separo a seguinte frase: “Minhas mágoas, meus prazeres. Não preciso mais deles!”.


Por essas e outras coisas é que sou “apaixonado” por ela, a Cássia; foi no Programa Livre de 1992 (1ª Parte e 2ª Parte), que eu a vi pela primeira vez, depois assiste ela ao vivo no Centro de Convivência da cidade de Campinas, simplesmente a paixão se tornou "amor".
Então só posso dizer: “ainda bem que as obras ficam”. Por isso Never say die (nunca desista).
 Grato por este agora e um bom caminho!

09/12/2010

Escolha: O amor.

Logo a seguir você poderá assistir a uma reportagem sobre uma doença rara e degenerativa, mas o que mais me chamou a atenção foi a dedicação desta família, em especial o pai, para possibilitar a qualidade de vida a este filho.
Nesta família composta por Filho, Pai, Mãe e Filha; exerce-se a escolha pelo Amor Incondicional.


Nunca diga que não é possível, você só não descobriu ainda a solução, porque não fez a pergunta certa.
Vá sempre o encontro de sua voz interior e sirva a um Poder Superior como cada um de nós O concebe, pois Ele sabe todas as perguntas e respostas, não espere compreensão apenas ação.
Tudo depende da sua atitude perante o problema
Jamais se conforme com qualquer situação, vá sempre à luta; rompa com seus limites e compreenda a sua missão: respeito, carinho e amor, por si e pelos outros.
Grato por este agora e um bom caminho!

08/12/2010

Fazendo escolhas.

Desde a noite de ontem (07/12), fiz uma escolha, a qual passo a explicar.
Lembro como se fosse hoje o Divino jogando ... quando assisti pela TV os primeiros toques de bola de Ademir da Guia, aquele refinamento me fez descobrir que havia nascido para torcer por aquele time. Esta foi à primeira escolha.
Mas vem à segunda escolha, em 1995 ocorreu a Guerra do Pacaembu, se quiser saber mais basta acessar o canal de vídeos da internet e procurar o tema, não irei fazer nenhum link, pois decidi naquele dia que não torceria mais por nenhuma partida de futebol, seja do meu time ou da seleção.
Se tudo tivesse parado aí tudo bem!
Incrível como a vida nos leva a fazer escolhas, então neste ano de 2010, tomei conhecimento da Brutalidade em BH, então assumi o meu direito do exercício do livre arbítrio e fiz minha terceira escolha: não leio, assisto, vejo, comento, transmito, ou dou um centavo para qualquer evento ligado ao futebol, até que a barbária termine.
Estou de   L U T O   pela falta de dignidade humana. Independente de qualquer explicação, seja ela: filosófica, psicológica, antropológica, guerreira ou humana. Não há justificativa e nem explicação!
Adoro como ninguém o futebol arte, não tenho nenhuma paciência para o futebol de resultados. Saudades do Mestre Telê, o que é bom deve ser exaltado!
Grato por este agora e um bom caminho!

07/12/2010

Uma lembrança

Depois que minha mãe lançou o seu Blog estou digitalizando algumas fotos e neste trabalho encontrei a foto minha com o Yangue, nome do meu primeiro cachorro, o qual foi morto por veneno, mas este novo yangue era diferente.
Ele era um cachorro dócil, mas genioso. Era a única pessoa que ele respeitava, tive problemas por ele avançar nas pessoas, mas sempre foi um grande companheiro, em sua liberdade.
Teve uma vez que ele teve "bicheira" em uma das orelhas, acabou por perder metade, ninguém conseguir fazer o tratamento nele, mas eu fiz, a famosa "creolina". Ficou mais bravo do que nunca, mas muito mais amável para comigo.
Incrível com nossa mente funciona, lembro de muitas coisas outras não tenho nenhuma sombra de lembrança. Com relação aos cachorros que tive lembro-me da seqüência temporal desde a minha tenra infância até o último: Yangue, Mico, Yangue, Satânica, Felix e Sata. Outros, tive muitos, mas não lembro...
Fica aqui minha gratidão a todos, pois me ensinaram o que é o amor incondicional e a lidar com as perdas na vida.
Grato por este agora e um bom caminho!

06/12/2010

O Fotógrafo

Como sempre uma excelente entrevista no programa Caminhos Alternativos da CBN. Desta vez tivemos a grata satisfação de ouvir o fotógrafo Araquém Alcântara.
Se quiser conhecer mais sobre a foto acima leia a matéria publicada no jornal Folha de São Paulo, em 2005, sobre o livro Amazônia.
Você poderá ouvir a entrevista no blog do programa Caminhos Alternativos, adiantar até 32:00 minutos, e saboreie as palavras: “Para mim só existe um caminho. O caminho do coração nele eu viajo, viajo, olhando, olhando, sem fôlego”.

Fotografar este é um desejo de infância, o qual venho realizando a um bom tempo, assim com Araquém gosto de celebrar a vida. Olhar por inteiro as criações do Poder Superior, como cada um de nós O concebe.
Grato por este agora e um bom caminho!

05/12/2010

Amizade – II


Como vemos na figura acima todo mundo tem um amigo que se assemelha a uma das descrições apresentados, mas o melhor que amizade de verdade vai muito além da aparência.
Uma amizade supera todas e quaisquer diferenças, pois o que a move é a vontade de estar participando da vida do outro de uma forma franca e verdadeira, sem limites, como está estampado abaixo.


Encontramos no dicionário alguns significados que dão a pista do real significado de AMIZADE, tais como: sentimento, afeição, simpatia, gratidão, apreço, solidariedade, afeto, respeito, acordo, pacto, aliança, apego e atitude.
Apresento a seguir o segredo da amizade presente no livro de Antoine de Saint Exupéry, como nos relata a Raposa:
- Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os Seres Humanos esqueceram essa verdade.
Grato por este agora e um bom caminho!

04/12/2010

Programa HPH

Quem abriu o programa foi a banda Krokus com a música Born to be wild, lembrei que muitos, em razão da voz do cantor, confundem e dizem que eles copiam o AD/DC, mas na minha opinião não é verdade, pois a batida e totalmente diferente.
Conversei sobre o texto os complementos e a necessidade de método para se viver a vida. No bloco de pais para pais, destacou-se que as pessoas som complementos umas da outras, em especial devido as diferenças, foi lembrado que as pessoas nem sempre são o que vemos; ou destaque a questão de que quando você constrói se torna eterno. Lembrei que minha mãe está lançado o Blog dela, o qual tem o nome sugestivo de “Filha do dono do mundo”, dê uma olhada clicando aqui. Em gratidão veiculamos a música Playing for keeps, com Elvis Presley.
Após os apoios culturais fiz menção que na vida tudo teve estar na medida certa.
Realizamos uma viagem do Eu ao Nós com um pedido: Não ao álcool, lembrei que no início o ser humano bebe o álcool; depois sem que ele note, o álcool bebe o álcool e, por fim, o álcool bebe o ser humano.
Grato por este agora e um bom caminho!

Não ao álcool

O Álcool intoxica o ser humano, assim como todas as outras drogas e isso é proveniente de uma lógica destrutiva; ela passa a dominar e no fim o ser humano é derrotado. Mesmo por brincadeira, o ser humano deve evitar ingerir bebida alcoólica. É comum ouvir: “Dois copos nas refeições fazem bem à saúde...”, mas será muito raro que os dois copos fiquem nisso indefinidamente.
Haverá aumento das doses e com o tempo será realizado o processo destrutivo iniciado com o álcool. Antes o ser humano bebe álcool, depois o álcool bebe o próprio álcool e, no final, o álcool bebe o ser humano - essa será a tragédia.
É por esta razão que precisamos assimilar a idéia de nunca, por nenhuma razão, tocar em nada alcoólico ou qualquer outra coisa nociva, como fumo, etc.
Não é preciso acreditar que não beber vinho, por exemplo, seja uma coisa desprezível, ao passo que tomá-lo possa parecer que ele nos dá forças, inteligência e emancipação. Esse tipo de enfoque representa um perigo para todos e tem de ser anulado.
Há a afirmativa de que o vinho é um produto natural e que não faz mal. Há muitas drogas que também são naturais e no entanto fazem mal ... muito mal! E o que dizer de produtos como fortes componentes químicos?
Na Itália, há um costume popular de dar para as crianças, mesmo pequenas, vinho diluído em água com açúcar, isso é pura ignorância.
Existem os que dizem que a fabricação de bebidas alcoólicas, é forte geradora de recursos econômicos dos países e que sustenta muitas famílias, mas isso não vem ao caso.
Já o cultivo das drogas também dá de comer a muitas famílias, mas nem por isso elas destroem menos.
O que queremos saber é se fazem mal ou não, segundo o ponto de vista dos valores humanos. Obviamente não é a importância econômica que devemos levar em conta para nos orientarmos em nossas escolhas, mas o que os valores humanos nos dizem sobre os conceitos que a figura acima nos mostra.
O que importa é que o álcool, em si, é inútil e prejudicial, porque no final será a humanidade que desaparecerá. Por que na verdade, o álcool e as drogas, são apenas representativos da nossa fuga diante das condições que a vida nos impôs e a nossa fraqueza de enfrentar, de nos responsabilizar pelas dificuldades pessoais.
Lembre-se: O ÁLCOOL NÃO FAZ BEM PARA O SANGUE E TORNA A MENTE DOENTIA.
Fonte: Livro Os valores humanos - uma viagem do "Eu" ao "Nós", de Antonio e Sylvie Craxi.

A partir das 8h15 você poderá ouvir pela Rádio Valinhos 105,9 - A voz da nossa gente (ouvir ao vivo), o programa Humano, perfeitamente humanos!, com produção e apresentação minha; e poderá entrar em contato pelo telefone 3871-1523, ao vivo, ou pelo e-mail ulissesporto@valinhosfm.com.br.
Grato por este agora e um bom caminho!

03/12/2010

Questão de honra


Hoje eu trato a história do Pequeno Bombeiro, lembro que meu livro de cabeceira é o Pequeno Príncipe, da qual destaco o seguinte trecho: “- Nós podemos fazer mais que isso! Estaremos aí em cinco minutos. Mas, por favor, quando ouvir as sirenes de nossos carros, avise a todos que não se trata de um incêndio, é apenas o corpo de bombeiros visitando um de seus mais ilustres integrantes.”.
Em razão da minha formação, militar, está história é cheia de referência ao meu modo de viver a vida.
Como: missão assumida é missão cumprida, não se segue ordem absurda, espírito de corpo, ir sempre além das expectativas, sempre realizar o enfrentamento das situações difíceis, fazer sempre o meu melhor, e assumir as responsabilidades. Sempre sendo uma liderança e um líder.
Se necessário entregar minha própria vida na execução do dever, mas não é um simples dever, é o dever de cada dia fazer o meu melhor.
Lembre: “SOMENTE O MELHOR DE VOCÊ SOBREVIVE!”.
Grato por este agora e um bom caminho!

02/12/2010

Sonhos e os Outros

Como vemos na figura acima, existem pessoas que conseguem até em nossos sonhos interferir com a "energia", ou seja, nova harmonia.
Mas será que são os outros que intervém ou nós que nos sentimos invadidos?
Vejo esta situação de uma forma muito simples. A vontade do outro só tem valor ou importância até o limite da minha vontade.
Se alguém interfere com o meu "descanso" é porque eu permito ou tenho desejo de controlar o outro, o que é impossível.
Nestes anos todos lidando com as Dependências, química ou de atitudes, descobri que todos nós temos um tesouro escondido dentro de nós, mas que necessita passar por uma escavação para ser mostrado ao mundo.
Eu não desejo, mas a "dor" acaba por mostrar o caminho a seguir, e que estamos vivos.
Não abro mão da minha capacidade de indignar, mas na seguência vou a ação: o ENFRENTAMENTO, que é a única forma que conheço de resolver um problema. Sabendo que o limite está a minha capacidade de me modificar, sem nenhum poder sobre os OUTROS.
Grato por este agora e um bom caminho!

01/12/2010

Resiliência II

Iniciamos com a frase de Gilclér Regina: "O sucesso é a opção de não desistir e o fracasso é a opção por desistir cedo demais! [..] E pense, quanto menos vezes você desistir, mais motivado se tornará. O medo é o maior ladrão de oportunidades. Os desmotivados são ladrões de energia. Estar alegre é viver e faz bem a saúde. Estar triste é morrer aos poucos.".
Você já reparou que o "EU" é a única fonte do sucesso e do fracasso. Se existe sorte e não sei, se já existiu ninguém nunca viu.
Creio na capacidade de CRIAR. Ela passa pelo planejamento, uso de método, mudança de paradigmas, foco, responsabilidade, persistência, fé, missão, trabalho, e, em especial, pelos relacionamentos.
Lembre-se: "Todos os rios vão ao mar, direta ou indiretamente".
Para mim todo o Ser Humano é capaz de criar seu próprio destino basta assumir a responsabilidade, deixar de lado as desculpas e correr atrás de seus sonhos, mas lembre-se os sonhos morrem quando se realizam, então mantenha sempre um sonho vivo dentro de você.


Só para relembrar: "Por seres tão inventivo, e pareceres contínuo. Tempo, tempo, tempo, tempo." (música de Caetano Veloso - Oração do Tempo).
Encare a vida sempre como solução, jamais como problema, ela é a interpretação que damos.
Grato por este agora e um bom caminho!

30/11/2010

Boletim nº 31

Segue abaixo Boletim Informativo da Rádio Valinhos FM 105,9 é só clicar na figura para ler.

Os complementos

Transcrevo a seguir o texto enviado pelo meu Pai, abordando o tema “Todos são complementos de sua expansão”.
Cada pessoa com quem você interage é uma parte da pessoa em quem você está se tornando. Nenhuma interação com uma única pessoa é deixada de fora do processo de seu vir a ser.
Muitos supõem que apenas os relacionamentos agradáveis têm valor, mas esse não é o caso. Sua consciência de uma situação indesejada evoca de você um claro pedido Vibracional por algo diferente. E, assim, mesmo essas interações desconfortável com os outros formam a base Vibracional de sua expansão.
Frequentemente as pessoas acreditam que o valor da interação com os outros tem a ver principalmente com a combinação dos talentos e ações de maneira a realizar as coisas que precisam ser feitas numa sociedade, mas sua interação é muito mais importante do que isso. Vocês estão se ajudando um ao outro a definir os atributos de sua expansão individual e coletiva. Em outras palavras, mesmo o mais breve dos encontros com outra pessoa está realmente contribuindo para a sua expansão como um Ser Eterno.
É nosso desejo ajudá-lo a retornar à sua apreciação natural daqueles com quem você está compartilhando seu planeta de maneira que você possa desfrutar plenamente de todos os encontros com os outros, não importa quão breves ou independente de você concordar com elas ou não.
Fonte: texto recebido de meu Pai, acesse o seu Blog.

Grato por este agora e um bom caminho!

29/11/2010

Na medida

Durante muito tempo da minha vida fui um workaholic, hoje mais maduro sou apenas um ser humano que gosta do que faz. Será que me tornei um worklover?
Especialista em saúde mental, o professor e pesquisador da Unicamp (Universidade de Campinas) e da FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas), José Roberto Heloani, afirma que ama o seu trabalho, mas não se considera um worklover porque não concorda com o termo. "Isso não existe. O que existe é o indivíduo que trabalha com prazer e consegue equilibrar todos os campos da vida. Trabalhar em demasia acaba gerando um estresse de qualquer maneira, mas se esse estresse pode ser positivo se o indivíduo se sente realizado no que faz", afirma.
Durantes anos nossa cultura ocidadental celebrou o mito do workaholic, mas agora percebe-se como esse modelo é totalmetne desnecessário, para não dizer estúpido.
Na opinião de Heloani, infelizmente, a grande maioria das pessoas está insatisfeita com o trabalho e muitos acabam se torturando psicologicamente. "A cobrança é tão grande que essas pessoas dedicam tempo demais ao trabalho para conseguir alçar objetivos. Essa pessoa pode deixar em segundo plano os outros aspectos da vida e isso, a longo prazo, pode ser perigoso", diz. "Sabe-se hoje que tanto o trabalho quanto a diversão em proporções satisfatórias são critérios para avaliar um funcionamento psíquico saudável."
Fonte: matérias revista Vida Simples, de Rafael Tonon, e da Universia, de Crislaine Coscarelli, sobre o tema.
Grato por este agora e um bom caminho!

28/11/2010

Método

Às vezes, as pessoas são bagunçadas porque não têm método. E tem um método não é ser maníaco pela ordem, mas questão de saber por onde começar e como fazer.

Um dos sistemas mais eficazes para organizar os afazeres é o GTD, no qual se ensina, sem complicações, a deixar as coisas e a vida mais simples. O GTD estabelece cinco etapas de organização:
  • Coleta - relacione o que está pendente;
  • Processamento - pense no que precisa ser feito;
  • Organização - organize cada coisa;
  • Revisão - escolha se fará a tarefa na hora, se vai pedir que alguém a faça, se vai adiar ou estabelecer um prazo.
  • Execução - tarefa realizada.
Fonte: reportagem sobre o tema na revista Vida Simples.

 
Lembre-se a vida irá te dar o que você der a ela, então seja simples, pois existe sempre um jeito mais fácil, ou seja, um método a ser utilizado em seu benefício.
Grato por este agora e um bom caminho!

27/11/2010

Programa HPH

Começamos com a música Miserere (ao vivo com Andrea Bocelli & Zucchero), conversei sobre a palestra da professora Daniela sobre a "Visão geral do dia nacional da consciência negra", destaquei sua inteligência e beleza, demonstrando ser uma conhecedora do tema. Após abordei o tema da tensão dinâmica de Charles Atlas.


Já no bloco de Pais para Pais, minha mãe conversou sobre racismo, uso da internet, coragem de modificar-se e riqueza (Qual a verdadeira?), tocamos ao final a música Swing Down, Sweet Chariot (Elvis Presley).


A ouvinte Luisa afirmou "que se todas as mãe fossem como a minha, o mundo seria diferente", agradeci e disse que é um privilégio conviver com ela. Comentei sobre os Blogs da minha mãe (iniciando), do meu pai (uso de cores nos textos), e do Vagner Alves (vivendo e aprendendo), o qual estava na sintonia, recomendo e vale a pena visitar os blogs.
Realizamos uma viagem do Eu ao Nós através do texto sobre a visão lembrando que para que se tenha inspiração e ações corretas, precisamos da natureza e de bons livros com conteúdo de alegria e de bem pelos outros. As imagens violentas, no entanto, inspiram mais violência.
Grato por este agora e um bom caminho!

Como devo usar a vista

O melhor alimento para nutrir nossa visão são as boas imagens e leituras, isso de desejamos que ela produza pensamentos bons, para que, consequentemente, nossas ações sejam boas.
Ações boas e comportamento legal são provenientes daquilo que vemos, sentimos, tocamos, ouvimos e daquilo que comemos.
Quer dizer, os nossos cinco sentidos (ouvidos, mãos, língua, olhos, nariz), são os condutores das informações que chegam à nossa mente, que – assim – elabora sobre essa base o desejo e consequentemente o pensamento.
O sinônimo de desejo é: pensamento.
Quanto menos desejos tivermos em nossa cabeça, menos serão os pensamentos que nos perturbam.
É dever de toda criança saber como funciona a própria mente e usá-la com propriedade.
Pode parecer curioso, mas se fizéssemos uma análise correta, iríamos descobrir que tudo depende da nossa visão. Não temos como avaliar o impacto que causam as imagens em nosso inconsciente e na nossa mente.
No entanto, os profissionais especialistas da comunicação publicitária sabem muito bem a força das chamadas imagens subliminares.
Qualquer imagem que foi grava em nossa mente através da visão, mas sedo ou mais tarde, consciente ou inconscientemente, provocará uma ação da mesma natureza daquela imagem que foi anteriormente captada. Quando for bem entendido como esse processo funciona, então estaremos prontos para nos proteger e ensinar essa proteção.
Lembre que os pensamentos são invisíveis e se materializam através da palavra e da ação.
Se estamos com nossa mente dominada por pensamentos negativos, alimentados por pensamentos negativos, alimentados por imagem e leituras negativas, será que podemos esperar que daí saiam palavras e ações positivas?

Há um sinal do cérebro para a emissão das nossas ações.
Uma pergunta: “Já vivenciamos a situação de ter, algum dia, mantido pensamentos negativos, ruins baixos e no mesmo momento fazer uma boa ação, elevada e conseguir exprimir uma forma nobre de ser?”.
Há chance de termos pensamentos positivos e ao mesmo tempo, realizar atos feios e falar coisas vulgares? Não! Para as pessoas se darem conta disso é só experimentar.
Então, é assim que nasce a combinação entre pensamento, palavra e ação.
Lembre-se: O SEU OLHO É MOTIVO DE ESCÂNDALO? ENTÃO ARANQUE-O E JOGUE FORA.
Fonte: Livro Os valores humanos - uma viagem do "Eu" ao "Nós", de Antonio e Sylvie Craxi.

A partir das 8h15 você poderá ouvir pela Rádio Valinhos 105,9 - A voz da nossa gente (ouvir ao vivo), o programa Humano, perfeitamente humanos!, com produção e apresentação minha; e poderá entrar em contato pelo telefone 3871-1523, ao vivo, ou pelo e-mail ulissesporto@valinhosfm.com.br.
Grato por este agora e um bom caminho!

26/11/2010

A questão

Nesta terça-feira (23/11), pude apreciar a palestra da professora Daniela Antonio Rosa sobre uma “Visão geral do Dia da Consciência Negra”.
Citando Martin Luther King ela disse: “A Lei foi criada não para que você me ame, mas sim para que me respeite, se isso estiver acontecendo, já é um grande avanço e um reconhecimento do papel do negro na sociedade”.
Em suas reflexões Daniela fez referência a quadro “A redenção de cã”, de Modesto Brocos (1895), e sobre a publicação Racismo Cordial da Folha de São Paulo.


Acredite um dia Louis Agassiz afirmou que "Aqueles que põem em dúvida os efeitos perniciosos da mistura de raças e são levados, por falsa filantropia, a romper todas as barreiras colocadas entre elas deveriam vir ao Brasil. Não poderá negar a deterioração decorrente da amálgama das raças mais geral aqui do que em qualquer outro país do mundo, e que vai apagando rapidamente as melhores qualidades do branco, do negro e do índio deixando um tipo indefinido, híbrido, deficiente em energia física e mental".
Mas como a palestrante destacou “até transformar o que lhe atormenta em mudança vai um tempo”. Estamos no mundo para modificar paradigmas, nada é absoluto, quanto mais a raça.
Como você lida com o seu Racismo?
Se desejar tenha mais informações sobre a palestra acessando o Blog do CMDM Valinhos ou o site da Câmara Municipal.
Grato por este agora e um bom caminho!

25/11/2010

Natural...


Encontrei na revista Vida Simples na seção cartas do leitor o texto de Camilo Badue, o qual transcrevo a seguir.
Tem algo mais natural e simples do que a conversa? A filosofia vem antes das palavras, do dicionário e das regras ortográficas. Ela vem do diálogo, com uma pessoa, consigo mesmo ou com o Universo.
A conversa é solidária e todo pensador é solidário quando conversa, pois está compartilhando fragmentos de si mesmo e de seus pensamentos.
Ele estar abordando o texto sobre Platão: As ideais e as formas, no qual somos levados a compreender que: “Todas as coisas que conhecemos por meio dos sentidos - como nossos corpos, ou esta mesa, ou aquela árvore - são cópias da “verdadeira realidade”.”. Recomendo leitura desta matéria.
Eu não tenho dúvidas: vivemos em um mundo de ILUSÃO. Mas lembro que tanto a realidade como a ilusão são uma coisa só, pois o mundo e a vida só existem a partir da nossa percepção e observação, aí reside a verdadeira ilusão. Só vejo o que quero ver, nada mais.
Por isso devo buscar a sabedoria, ou como diria outro barbudo: "Conheça a verdade e ela vos libertará".
Grato por este agora e um bom caminho!